Conheço-te de gingeira

CONHEÇO-TE DE GINJEIRA

Conhecemo-las de ginjeira. Às ginjas galegas, à Serra do Louro e à vontade de beber uma “ginjinha” descomprometida. Ao nosso Conheço-te de Ginjeira que abre caminho para o licor de Ginja de Palmela!

Até meados dos anos 50, a nossa região foi uma forte produtora de ginja galega – ou ginja brava, espécie nativa da Serra do Louro. Perguntando aos antigos, a resposta que se tem é a de que “muitas caixas apanharam e carregaram para Lisboa”.
E como licorista que se preze tem a sua receita de ginja, Emídio Fortuna tinha a sua, de ginja da Serra do Louro.

Conheço-te de Ginjeira resulta num licor frutado, cristalino e versátil. A versão contemporânea do licor de ginja, que pode ser apreciado tradicionalmente e até em cocktails. Sempre bem fresco!